Os diversos prêmios concedidos pela Academia Brasileira de Letras (ABL) desde 1909 contemplam escritores de diferentes gêneros literários e objetivam cumprir a missão de estimular as manifestações culturais nos seus mais variados aspectos. O Prêmio Machado de Assis é conferido em reconhecimento ao conjunto da obra de um escritor brasileiro vivo. A partir da edição de 2016, este prêmio homenageia grandes nomes da literatura brasileira e de outras áreas das ciências humanas, alternadamente.

2016

Ignácio de Loyola Brandão
1936
Araraquara (SP), Brasil

2015

Rubem Fonseca
1925
Juiz de Fora (MG), Brasil

2014

Vamireh Chacon
1934
Recicfe (PE), Brasil

2013

Silviano Santiago
1936
Formiga (MG), Brasil

2012

Dalton Trevisan
1925
Curitiba (PR), Brasil

2011

Carlos Guilherme Motta
1941
São Paulo (SP)

2010

Benedito Nunes
1929
Belém (PA), Brasil

2009

Salim Miguel
1924
Kfarssouron, Líbano
(cidadão brasileiro)

2008

Autran Dourado
1926
Patos de Minas (MG), Brasil

2007

Roberto Cavalcanti de Albuquerque
Recife (PE), Brasil

2006

César Leal
1924
Saboeiro (CE), Brasil

2005

Ferreira Gullar (José Ribamar Ferreira)
1930
São Luís (MA), Brasil

2004

Francisco de Assis Almeida Brasil
1932
Parnaíba (PI), Brasil

2003

Antonio Carlos Villaça
1928
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

2002

Wilson Martins
1921
São Paulo (SP), Brasil

2001

Ana Maria Machado
1941
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

2000

Antônio Torres
1940
Sátiro Dias (BA), Brasil

1999

Fernando Sabino
1923
Belo Horizonte (MG), Brasil

1998

Joel Silveira
1918
Lagarto (SE), Brasil

1997

José J. Veiga
1915
Corumbá de Goiás (GO), Brasil

1996

Carlos Heitor Cony
1926
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1995

Leodegário Amarante de Azevedo Filho
1927
Recife (PE), Brasil

1994

Antônio Olinto
1919
Ubá (RJ), Brasil

1993

Antonio Cândido
1918
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1992

Fausto Cunha
1923
Recife (PE), Brasil

1991

Maria Clara Machado
1921
Belo Horizonte (MG), Brasil

1990

Sábato Magaldi
1927
Belo Horizonte (MG), Brasil

1989

Gilberto Mendonça Telles
1931
Bela Vista de Goiás (GO), Brasil

1988

Dante Milano
1899
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1987

Nilo Pereira
1909
Ceará-Mirim (RN), Brasil

1986

Péricles Eugênio da Silva Ramos
1919
Lorena (SP), Brasil

1985

Thales de Azevedo
1904
Salvador (BA), Brasil

1984

Henriqueta Lisboa
1901
Lambari (MG), Brasil

1983

Paulo Rónai
1907
Budapeste, Hungria
(cidadão brasileiro)

1982

Franklin de Oliveira
1916
São Luís (MA), Brasil

1981

Aires da Matta Machado Filho
1909
Diamantina (MG), Brasil

1980

Mário Quintana
1906
Alegrete (RS), Brasil

1979

Gilka Machado
1893
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1978

Carolina Nabuco
1890
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1977

Raul Boop
1898
Santa Maria (RS), Brasil

1976

Mario da Silva Brito
1916
Dois Córregos (SP), Brasil

1975

Hermes Lima
1902
Livramento de Nossa Senhora (BA), Brasil

1974

Valdemar Cavalcanti
1912
Maceió (AL), Brasil

1973

Andrade Muricy
1895
Curitiba (PR), Brasil

1972

Dalcídio Jurandir
1909
Ponta de Pedras (PA), Brasil

1971

Murilo Araújo
1894
Serro (MG), Brasil

1970

Otávio de Faria
1908
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1969

Edison Carneiro
1912
Salvador (BA), Brasil

1968

Oscar Mendes
1902
Recife (PE), Brasil

1967

Adelino Magalhães
1887
Niterói (RJ), Brasil

1966

Lucio Cardoso
1912
Curvelo (MG), Brasil

1965

Cecília Meireles
1901
Tijuca (RJ), Brasil

1964

Joracy Camargo
1898
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1963

Gilberto Freyre
1900
Recife (PE), Brasil

1962

Antenor Nascentes
1886
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1961

João Guimarães Rosa
1908
Cordisburgo (MG), Brasil

1960

[Não houve premiação]

1959

José Maria Belo
1885
Barreiros (PE), Brasil

1958

Rachel de Queiroz
1910
Fortaleza (CE), Brasil

1957

Tasso da Silveira
1895
Curitiba (PR), Brasil

1956

Luís da Câmara Cascudo
1898
Natal (RN), Brasil

1955

Onestaldo de Penafort
1902
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1954

Dinah Silveira de Queiroz
1911
São Paulo (SP), Brasil

1953

Érico Veríssimo
1905
Cruz Alta (RS), Brasil

1952

Antônio da Silva Melo
1886
Juiz de Fora (MG), Brasil

1951

Augusto Magne
1887
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1950

Eugênio Gomes
1897
Ipirá (BA), Brasil

1949

[Não houve premiação]

1948

Augusto Meyer
1902
Porto Alegre (RS), Brasil

1947

[Não houve premiação]

1946

Tobias Monteiro
1866
Natal (RN), Brasil

1945

Osório Dutra
1889
Vassouras (RJ), Brasil

1944

[Não houve premiação]

1943

Sousa da Silveira
1883
Rio de Janeiro (RJ), Brasil

1942

Afonso Schmidt
1890
Cubatão (SP), Brasil

1941

Tetra de Teffé
Brasil