CAROL RODRIGUES — SEM VISTA PARA O MAR

Neste livro que ganhou, em 2015, os prêmios Jabuti e Clarice Lispector (Biblioteca Nacional), chama a atenção o esmerado tratamento que Carol Rodrigues dispensa à linguagem em seus breves contos. Prosa repleta de elipses, que não respeita pontuação, trunca sintaxes, flerta com a poesia. Linguagem arrojada e extremamente expressiva. Seus enredos são intuitivos, de estrutura [...]