Categorias
Narrativas

Sucesso

Tadeu, desempregado, assiste à palestra. Auditório amplo, lotado. O orador, baixo, calvo, os cabelos que restam lambidos para trás, caminha em círculos pelo palco. Terno e gravata sobrando no corpo franzino. Fala sobre as leis do sucesso. Gesticula, aponta. Ajeita os óculos sobre o longo nariz.

Mãos cruzadas sobre o colo, Tadeu pisca. Leis para o sucesso. Não sabia que existiam. Força a atenção, os olhos pesam. A cabeça fugindo, as contas em aberto: água, internet, a escola da Clara.

Networking, foco, autoconfiança, iniciativa, liderança, imaginação, entusiasmo, autocontrole, proatividade, carisma, visão, racionalidade, concentração, cooperação, tolerância, empatia. A legislação cresce. O palestrante fala, incessante. Gestos largos. Ajeita os óculos. As gotículas de suor brilhando sobre a testa.

Achava que leis eram outras coisas. Tadeu remexe-se na cadeira, desgruda a camisa da barriga. Gente demais, o ar-condicionado não dá conta. Olha em volta. Pessoal no celular. Uma moça na esquerda cochila. Nas filas da frente, uns caras anotando tudo. As mãos frenéticas. Proativas.

Quer sair dali. Mas chegou cedo, está sentado bem no meio, auditório abarrotado, fileiras estreitas. Vai ter que pedir licença para um mar de gente, acabar pisando no pé de alguém. Então fica. Pisca. Tira o celular do bolso.